Entenda quanto tempo dura uma bateria de moto

Tempo de leitura: 3 minutos

Liberdade, autonomia e independência. Estas são as 3 qualidades que mais levam os consumidores à compra de uma motocicleta. Mas, ainda assim, é importante lembrar que esses veículos dependem de uma série de componentes para garantir seu funcionamento.

Pensando nisso, elaboramos este post para responder uma pergunta comum aos proprietários de primeira viagem. Afinal de contas, quanto tempo dura uma bateria de moto? Para descobrir esta e outras curiosidades relacionadas ao tema, continue a leitura e acompanhe!

Qual a importância das condições da bateria para o desempenho da moto?

Tecnicamente, as baterias são responsáveis pelo funcionamento de todos os componentes elétricos de uma motocicleta. Por conta disso, quando elas estão descarregadas ou gastas, passam a impedir o deslocamento, bloqueando a ignição do motor, a ativação das lâmpadas e a visualização do painel.

Sendo assim, é fundamental que você, enquanto atual ou futuro proprietário de uma moto, entenda a importância desse item. É preciso conhecer os principais motivos de seu desgaste, praticando algumas dicas e cuidados essenciais à extensão da vida útil desse componente e prolongando tanto sua carga quanto a durabilidade final.

Quanto tempo dura uma bateria de moto?

Bem, isso depende. Como você perceberá abaixo, não existe uma resposta exata para essa pergunta por conta das inúmeras variáveis entre os diferentes usuários e modelos, tanto de bateria como de motocicleta.

Apesar disso, podemos destacar o padrão do mercado, que aponta uma durabilidade de, no mínimo, 2 anos para as baterias bem cuidadas. Agora, descubra os fatores que mais influenciam na durabilidade desse componente!

Tipo

Baterias diferentes também contam com métodos e componentes de fabricação diferentes. Por conta disso, é bastante comum que os modelos genuínos, que equipam as motocicletas Honda, entreguem maior durabilidade do que os componentes genéricos, que contam com um processo de fabricação mais focado no corte de custos, reduzindo a qualidade do produto final.

Frequência

É aqui que está o fator determinante do desgaste. A frequência do uso tem um peso gigantesco sobre a descarga das baterias e, com isso, podemos concluir que um motociclista que utiliza o seu veículo para trabalhar perceberá esse desgaste muito mais cedo do que um estudante que utiliza a moto apenas nos deslocamentos casa-universidade-casa.

Uso

A regra é clara: sempre que se utiliza um componente elétrico, a bateria estará sendo drenada. Por conta disso, os proprietários que não ligam os faróis por motivos desnecessários, com a moto parada por exemplo, e desligam o veículo sempre que realizam uma pausa, mesmo que curta, perceberão que a bateria durará mais do que a de seus colegas que não têm o mesmo hábito.

Quais as melhores dicas para prolongar a carga da bateria?

Então, chega o momento de conhecer as principais dicas para estender a vida útil desse componente, economizando o dinheiro e o tempo que seriam gastos nos pátios das oficinas. Veja:

  • obedeça ao cronograma de revisões periódicas, garantindo que a bateria seja diagnosticada frequentemente;
  • instale uma pecinha de borracha ou madeira sob o pé de apoio da moto, interrompendo a corrente elétrica que drena a bateria mesmo quando a moto está estacionada;
  • em componentes novos, complete a carga a partir das baterias de outro veículo, conectando os cabos adequados entre as baterias dos dois modelos;
  • já nos componentes antigos, o proprietário poderá completar o nível da bateria com a aplicação de água destilada.

Com a implementação de todas essas dicas e um uso moderado, é possível que se alcance até 5 anos de durabilidade no componente. Assim, encerramos mais este post importante aos motociclistas, reforçando o portal Mastter Moto como a sua fonte principal de informações nos cuidados com as motocicletas.

Curtiu este post esclarecendo quanto tempo dura uma bateria de moto? Então aproveite para continuar antenado em mais conteúdos como este assinando a nossa newsletter!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *