Quanto custa o IPVA de moto? Descubra agora mesmo!

Tempo de leitura: 3 minutos

Você sabe quanto custa IPVA de moto? Sabemos que ter uma motocicleta é uma alternativa segura para se locomover de forma mais rápida e econômica, sem abrir mão do conforto e praticidade. Por isso, comprar a própria moto, sem dúvidas, faz parte da lista de objetivos de muitas pessoas.

Contudo, além das vantagens de ter uma moto, o futuro motociclista precisa esta ciente dos obrigatórios, como o IPVA, que ele terá que assumir após adquirir o veículo, pois se manter a alheio a esse assunto pode causar alguns problemas que poderiam ser evitados.

Sendo assim, neste artigo, vamos explicar o que é IPVA, como calculá-lo, além de esclarecer por que é importante manter o pagamento em dia. Acompanhe a leitura!

O que é IPVA?

O IPVA ou Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é um obrigatório estadual, cobrado anualmente, cuja alíquota é definida conforme cada estado. Normalmente, o percentual varia entre 1% a 6% sobre o valor do veículo.

Ou seja, esse imposto é obrigatório para todas as pessoas que tenham a posse de um veículo automotor, independentemente do tipo ou modelo. A arrecadação é feita pelo estado, mas apenas 50% do valor arrecadado permanece com ele, a outra metade pertence ao município onde a moto foi emplacada.

Por que manter o pagamento em dia?

A arrecadação do IPVA é feita pelo estado para custear os gastos públicos com segurança, saúde, educação e transporte. Além disso, esse capital é usado para conservar e construir estradas e rodovias. Por isso, o não cumprimento dessa obrigação pode acarretar prejuízos para o responsável do veículo, tais como:

  • licenciamento irregular: enquanto o pagamento do IPVA estiver em atraso, não será possível fazer o licenciamento do veículo;
  • veículo apreendido: quem for pego com o licenciamento irregular corre o risco de ter a moto apreendida;
  • nome negativado: quem não pagar o IPVA pode ter o nome incluído na dívida ativa com uma execução fiscal que, diferentemente do SPC ou Serasa, tem a autorização do governo para confiscar o seu bem.

Como descobrir o valor a ser pago?

Assim como a alíquota, o valor do IPVA é calculado com base no preço do veículo, por isso costuma variar de um estado para outro, pois é definido de acordo com os critérios de cada governo. Em Rondônia, por exemplo, o percentual da alíquota neste ano de 2019 foi de:

  • 1% para caminhões, micro-ônibus, ônibus, veículos aéreos ou aquáticos;
  • 1% para os veículos designados à locação;
  • 2% para ciclomotores, motocicletas e similares com até 100 cilindradas;
  • 2,5% para os demais veículos;
  • para os veículos com mais de 15 anos de fabricação não é cobrado o IPVA.

De modo geral, o IPVA pode ser pago de duas formas: à vista ou parcelado. Se você escolher a primeira opção é possível obter desconto no valor. No entanto, se preferir parcelar, é recomendado ficar atento às datas finais de pagamento de cada parcela, já que podem ser diferentes para cada estado, além de variar conforme o dígito final da placa da moto.

Sendo assim, para não correr o risco de perder o prazo, é muito importante verificar as informações referentes ao seu estado. Para quem reside em Rondônia, a consulta pode ser feita pelo site da Sefin-RO usando o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores).

Portanto, com base nessas informações, é possível perceber a importância de estar ciente sobre os impostos cobrados pela posse do veículo. Além disso, para você que é motociclista, é ideal buscar se informar sobre quanto custa IPVA de moto com antecedência, a fim de evitar contratempos e possíveis prejuízos.

Para você que vai adquirir sua primeira moto e quer saber mais sobre o assunto. Não perca tempo, entre em contato conosco agora mesmo!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *