Quanto custa a manutenção de uma moto?

Tempo de leitura: 3 minutos

É fácil encontrar postagens completíssimas sobre quanto você precisa investir para ter um carro na garagem, mas a tarefa é um pouco mais difícil quando estamos falando de motos. Não menos importante, todo motociclista (ou futuro motociclista) quer saber como prever quanto vai gastar nesse sentido.

Se essa é a sua situação, então está no lugar certo. Veja aqui quanto realmente custa a manutenção de uma moto e saiba se preparar para os benefícios de rodar sobre duas rodas.

É bom saber logo de cara que é bem difícil prever com exatidão os gastos que uma moto envolve. Como cada modelo conta com características próprias, os valores também podem variar a cada caso.

Ainda assim, é bom saber que é possível ficar por dentro dos gastos mais comuns — e se surpreender como os custos podem ser incrivelmente mais baixos do que os que envolvem a compra de um carro.

Saiba agora quais são os principais gastos que a manutenção de uma moto envolve:

IPVA e seguro obrigatório

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é muito conhecido e representa um gasto anual. Para quem não sabe, cerca de 2% do valor da moto precisa ser pago no começo de cada ano.

Somado a ele existe, ainda, o seguro obrigatório. Também conhecido como DPVAT, ele tem pagamento obrigatório e deve ser pago junto ao IPVA. Eles fazem com que você possa circular com regularidade.

Pastilha e sapata de freio

Para uma moto funcionar com segurança, é indispensável que tenha o freio em boas condições. Segundo alguns especialistas, a troca deve ser feita a cada 16 mil quilômetros, e a sapata a cada 8 mil quilômetros rodados.

No caso de moto de baixa cilindrada, o preço da pastilha gira em torno de R$ 90, e o da sapata R$ 50 (varia de acordo com o modelo da moto).

Seguro

Em um país tão inseguro como o Brasil, é bem provável que você queira orçar um seguro para a  sua moto. O valor é bem variável, pois a seguradora considera modelo, faixa etária e região de circulação.

Troca de óleo

A troca de óleo é uma tarefa muito importante e deve fazer parte da rotina do motociclista. Como é o grande responsável por manter a lubrificação do motor, é fundamental que seja feita com regularidade.

Para a troca de óleo, não é recomendável por mais de 5 mil km rodados para regiões mais quentes como Rondônia e sim a cada mil km. A Honda recomenda a troca de óleo para as regiões com temperaturas mais amenas com 4 mil km rodados (varia de acordo com o modelo da moto).

Filtro de ar e de óleo

Esses filtros também devem ser trocados com regularidade. Para quem não sabe, eles são os principais responsáveis por filtrar as impurezas do ar e do óleo que vai para o motor, então é de extrema importância que funcione bem.

Cada troca de ar envolve o gasto de aproximadamente R$ 25 a 38 e o de óleo fica entre R$ 36 a 68 (varia de acordo com o modelo da moto).

Combustível

Muitas pessoas esquecem de considerar o combustível na hora de ponderar sobre a manutenção de uma moto. É bom pesquisar quantos quilômetros a moto faz por litro e analisar as distâncias que precisa percorrer na sua rotina.

De forma geral, é comum gastar pelo menos R$ 40 de combustível (varia de acordo com o modelo da moto).

Alinhamento

Para fechar a lista com os gastos mais comuns que a manutenção de uma moto envolve, não poderíamos deixar de falar do alinhamento. Faz com que ela rode com mais estabilidade. O serviço costuma custar R$ 20 e faz com que ela rode com mais estabilidade (varia de acordo com o modelo da moto).

Agora, que você já conhece os principais gastos com a manutenção de uma moto, faça um orçamento e garanta uma para facilitar a sua vida. Não se esqueça de considerar ainda alguns imprevistos (como multas e estacionamentos) e saiba fazer um planejamento consistente.

E aí, gostou das nossas dicas? Acompanhe muitas outras na nossa página no Facebook.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *