Quando eu devo trocar os pneus da minha moto?

Tempo de leitura: 5 minutos

Sua moto é a sua melhor amiga durante a sua rotina. Ela ajuda você a fugir do trânsito, permite que você economize com transporte e chegue aos seus compromissos pontualmente. Portanto, nada mais justo que realizar sua manutenção corretamente, não é mesmo?

É importante chamar atenção para a substituição regular dos pneus, haja vista que eles são responsáveis por garantir a segurança do motociclista na estrada.

Porém, quando se trata de trocar os pneus, até mesmo os motociclistas mais experientes ficam repletos de dúvidas sobre a hora ideal para fazer a substituição.

Se esse também é o seu caso, acompanhe o nosso post. Ele foi feito especialmente para você! Trouxemos 6 dicas para ajudá-lo a verificar se está na hora de realizar a troca de pneus da sua motocicleta. Boa leitura!

Quando ocorrerem desgastes por tempo de uso

Inúmeros fatores interferem no tempo de duração de um pneu. Entre eles é possível destacar:

  • a manutenção;
  • as condições de armazenamento da moto;
  • a temperatura do asfalto;
  • a pressão da calibragem;
  • a velocidade média da moto.

Dessa maneira, fica evidente que não é possível prever o tempo de vida útil dos pneus. Por isso, é fundamental estar atento aos sinais que podem indicar envelhecimento, como deformações no pneu e fendas na borracha.

Quando ocorrerem desgastes irregulares

Como foi dito no tópico anterior, observar o estado dos pneus é importantíssimo para evitar qualquer tipo de imprevisto na estrada.

Nesse sentido, é imprescindível verificar periodicamente os pneus em busca de qualquer tipo de irregularidade no desgaste, que acontece nas laterais ou no centro do pneu. Isso porque eles indicam possíveis problemas na suspensão, no alinhamento ou na pressão interna dos pneus.

Você sabe quais os casos em que há desgaste irregular? Acompanhe:

  • desgaste em uma região lateral — ocasionado pela roda mal alinhada ou desbalanceada;
  • desgaste nas duas regiões laterais — produzido pelos pneus vazios, com pouco ar;
  • desgaste na superfície central — provocado pelos pneus cheios demais.

Nos casos em que há esse tipo de desgaste é importante não só realizar a troca do pneu, como também o alinhamento e o balanceamento da moto. Qualquer irregularidade na superfície da motocicleta pode não só desestabilizá-la, como também derrubar o condutor, causando acidentes.

Quando houver detecção de bolhas e cortes

Outro problema que pode ser facilmente detectado com uma vistoria é a danificação da borracha, caracterizada pelo surgimento de bolhas e cortes na borracha do pneu.

É importante lembrar que esses danos podem ocorrer quando há contato do pneu com algum objeto cortante ou com o asfalto quente. Ambos os danos costumam ser irreparáveis, o que significa que os pneus devem ser substituídos de imediato.

Quando surgirem rachados

Os rachados costumam aparecer no pneu da moto quando ela fica muito tempo parada na garagem, por exemplo. No momento em que isso acontece, a borracha começa a ressecar, fazendo com que surjam rachaduras no pneu, geralmente, nas laterais.

Assim, quando os rachados surgem, não há dúvidas de que já não há mais utilidade para o pneu, pois caso a moto circule nessas condições, há risco que o pneu estoure e cause um acidente.

Quando houver perda da profundidade dos sulcos

Uma das melhores maneiras de averiguar se é o momento correto para trocar os pneus é observar se ele está careca. Um pneu careca não é capaz de proporcionar a segurança necessária ao condutor, representando perigo iminente durante a aceleração, o uso do freio e o contorno de curvas.

Por isso, é imprescindível verificar se há presença de sulcos — pequenos canais formados na banda de rodagem — no pneu, haja vista que sua ausência diminui a aderência do item em dias secos e torna ineficiente a drenagem da água em dias chuvosos.

É por isso que, de acordo com a legislação brasileira, o pneu de uma motocicleta deve possuir profundidade mínima de 1 mm, ficando o motociclista sujeito a multas caso não cumpra a recomendação.

Portanto, no momento em que o sulco atingir essa profundidade em um ponto qualquer da banda de rodagem, troque imediatamente o pneu. Assim, evitará possíveis acidentes e manterá o bom desempenho da sua moto.

Quando o TWI sinalizar o desgaste da banda de rodagem

A sigla TWI — Tread Wear Indicator — vem do inglês e significa “indicador de desgaste da banda de rodagem”. O TWI consiste em um filete de borracha transversal aos sulcos em determinadas regiões da banda de rodagem.

Ele foi desenvolvido pelos fabricantes de pneus para auxiliar os usuários a diagnosticar a necessidade da substituição do item e pode ser facilmente localizado pela indicação de uma seta, da sigla ou pelo logotipo/nome do fabricante.

Dessa forma, quando o pneu estiver nivelado à banda de rodagem, ficará claro que a vida útil do item chegou ao fim e que o proprietário deve trocar o item imediatamente.

Contudo, é importante ressaltar que a substituição do pneu só estará relacionada ao TWI se o pneu estiver em boas condições. Como dito nos tópicos anteriores, desgastes irregulares, cortes e bolhas possuem a capacidade de condenar um pneu.

Assim, mesmo que a banda de rodagem não tenha atingido a profundidade mínima, o pneu deverá ser trocado por um novo.

Vale lembrar que, se você deseja garantir maior vida útil aos pneus da sua moto, é fundamental adotar algumas medidas, como:

  • a verificação da calibragem semanalmente;
  • o ajuste da calibragem de acordo com a situação de utilização da motocicleta.

Nesse momento, lembre-se de conferir a pressão correta a ser utilizada na calibragem. Ela pode ser facilmente encontrada no Manual do Proprietário ou em alguma etiqueta de advertência acoplada à motocicleta. Dessa forma, você aumentará a vida útil do pneu e economizará ainda mais no combustível.

Nossas dicas sinalizaram que é hora de trocar os pneus da sua moto? Então não perca tempo! Na hora da troca, não se esqueça de substituir o pneu dianteiro e traseiro simultaneamente, pois o desgaste ocorre de maneira semelhante nos dois!

Gostou do nosso post? Então não deixe de compartilhar em suas redes sociais, não temos dúvidas de que seus amigos motociclistas agradecerão pela informação!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *