Qual a entrada ideal para o financiamento de uma moto?

Tempo de leitura: 3 minutos

Apesar de a moto ter um preço acessível, nem sempre conseguimos poupar dinheiro para pagá-la à vista devido aos gastos fixos mensais, ou, até mesmo, aos contratempos. Então, parcelar é uma excelente opção para quem deseja ou precisa do veículo. Para a prestação ficar ainda menor e não pesar no seu bolso, é preciso saber qual a entrada ideal para o financiamento de uma moto.

Se você também quer parar de depender do transporte público e passar a se locomover facilmente e de maneira rápida, continue com a leitura! Explicaremos as vantagens do financiamento com e sem o pagamento inicial. Confira!

Por que financiar uma moto?

Com um financiamento é possível ter sua moto em mãos de forma bastante rápida. Depende apenas da aprovação do crédito que, em geral, leva apenas alguns dias. Em alguns casos a necessidade de ter um meio de transporte ágil é urgente, seja para se locomover até o trabalho, faculdade, para fazer viagens etc.

Afinal, depender de caronas ou transporte público não é nada cômodo, concorda? Além disso, o financiamento é uma ótima chance para aqueles que não conseguem ou têm dificuldade de guardar dinheiro para o pagamento à vista.

Como funciona o financiamento?

Trata-se de um tipo de empréstimo que uma instituição financeira oferece. Ou seja, o banco compra o veículo para você e, em contrapartida, você devolve o dinheiro em parcelas mensais acrescidas de uma taxa de juros.

Essa taxa varia em cada instituição, portanto, é preciso pesquisar qual disponibiliza a mais baixa. Em algumas, é possível financiar o valor total necessário para adquirir a moto. No entanto, quando você dá uma entrada, melhores condições de pagamento são apresentadas. Assim, quanto maior a entrada, menores serão as parcelas.

Qual é a entrada ideal para o financiamento de uma moto?

Primeiramente, vale lembrar que alguns bancos exigem um pagamento de entrada calculado sobre o valor do financiamento. Em vista disso, é preciso escolher a motocicleta mais adequada às suas necessidades.

Sabendo quanto ela custa, é importante ir à instituição para fazer uma simulação do parcelamento e se informar sobre o valor mínimo da entrada. Como já mencionamos, quanto maior for a entrada, menores serão as prestações.

Logo, o ideal é tentar conseguir dar o máximo que puder logo no início. Assim, as parcelas e os juros serão mais baixos e seu bolso não ficará tão comprometido. Caso você ainda não tenha um valor para oferecer de entrada, é fundamental fazer um planejamento financeiro para saber como poupar e se preparar para pagar em dia as parcelas do financiamento, que serão mais elevadas.

Enfim, a entrada ideal para o financiamento de uma moto dependerá do banco pelo qual será feito o contrato, do valor do bem e do quanto você tem disponível. Dessa forma, será possível adquirir sua motocicleta e será mais prático, ágil e fácil para você se locomover para qualquer lugar.

Gostou do texto? Quer saber mais dicas sobre compra, financiamento e cuidados com motocicletas? Então, aproveite a visita no blog e assine nossa newsletter. Dessa forma, você receberá todo o nosso conteúdo direto em sua caixa de entrada!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *