5 hábitos perigosos de motociclistas no interior

Tempo de leitura: 3 minutos

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo IOT — Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das clínicas —, 90% dos acidentes de moto são causados por imprudência.

No interior, principalmente devido a hábitos perigosos de motociclistas e a falta de fiscalização, o número de vítimas fatais e a gravidade dos ferimentos tendem a ser maiores.

Para que você não seja mais um número nessas estatísticas, preparamos este post mostrando os 5 maus hábitos mais cometidos por motociclistas em pequenas cidades. Confira!

1. Pilotar sem capacete ou com ele desafivelado

Apesar de o capacete ser um item de segurança obrigatório pelo código de trânsito brasileiro, muitos motociclistas ignoram o seu uso, especialmente em regiões mais afastadas, em que a fiscalização muitas vezes é pequena ou totalmente inexistente.

Quando não pilotam sem o equipamento, não o afivelam, o que, na prática, pode levar a lesões bem sérias e até mesmo à morte, em casos de acidente.

Qualquer impacto na cabeça, por menor que seja, pode causar lesões sérias, e a melhor forma de prevenir isso é usando o capacete. É essencial que ele esteja bem afivelado, pois, caso ocorra uma queda, ele pode se soltar e não vai te proteger. Também é muito importante saber escolher o modelo ideal.

2. Pilotar descalço ou de chinelo

Outro erro comum é pilotar descalço ou com um calçado que não proteja os pés — como chinelo ou sandália. Um dos equipamentos de proteção mais importantes para andar de moto é uma bota ou tênis adequado. Em dias de chuva, as pedaleiras tendem a ficar escorregadias, e qualquer deslize pode causar um acidente.

Em cidades mais afastadas e zonas rurais — em que muitas ruas e estradas não são asfaltadas —, uma simples pedrinha que tiver contato com o seu pé pode machucá-lo bastante.

Além disso, no caso do uso de chinelos, eles podem prender na pedaleira da moto e causar uma queda. Sempre use calçados adequados ao pilotar a sua motocicleta!

3. Andar com mais de uma pessoa na garupa

Um dos piores hábitos perigosos de motociclistas que andam em cidades menores é trafegar com três ou mais pessoas na moto.

Os ocupantes não vão conseguir se segurar adequadamente, e, além disso, a possibilidade de você se desequilibrar e cair serão enormes. Outro erro comum é levar cargas de forma totalmente incorreta.

Seja por levar muitas pessoas na garupa ou transportar cargas incorretamente, você acaba forçando a suspensão da moto e, caso ultrapasse o seu limite, pode ocorrer uma quebra inesperada. Além disso, vai acontecer o desgaste prematuro de vários componentes, principalmente do amortecedor.

4. Não fechar a viseira do capacete

Além de usar o capacete corretamente e comprar o modelo adequado, é preciso que a viseira esteja fechada. Pode até parecer algo desnecessário, mas, mesmo que você esteja usando óculos de proteção, caso uma pedra — ainda que pequena — vá em direção ao seu rosto, podem acontecer sérias lesões.

A viseira do capacete é projetada para não quebrar e não estilhaçar caso ocorram impactos com pequenos objetos. Já com os óculos, dependendo do modelo, é bem provável que ele não resista. Além disso, eles protegem apenas o seu olho e deixam o seu rosto exposto a detritos e sujeira.

5. Não cuidar da manutenção da moto

Por fim, temos a manutenção da moto. Muitos motociclistas a ignoram totalmente, o que aumenta bastante o risco de acidentes. É muito importante fazer revisões na sua motocicleta. Pneus, freios e amortecedores devem ser verificados constantemente e, quando necessário, fazer a troca.

Percebeu como algumas atitudes podem trazer sérias consequências? Não cometa os hábitos perigosos de motociclistas imprudentes. Lembre-se de que o bem mais precioso que você tem é a sua vida. Siga as nossas dicas, use equipamentos de proteção adequados e pilote com segurança e conforto!

Agora que você já conhece os hábitos perigosos de motociclistas e não vai praticá-los, compartilhe este texto em suas redes sociais e mostre a seus amigos como é importante pilotar com segurança!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *