Descubra nossas 6 dicas incríveis para iniciantes de moto!

Tempo de leitura: 6 minutos

Sempre quando vamos começar alguma atividade, é normal ter muitas dúvidas sobre o assunto. Para quem começou ou vai começar a andar de moto não é diferente: questionamentos sobre CNH, segurança, qual o melhor tipo de moto escolher, dentre outras, são as principais informações que todos devem correr atrás antes de iniciar.

Pensando nisso, no post de hoje você encontrará 6 ótimas dicas para iniciantes de moto que vão tirar todas as dúvidas. Acompanhe!

1. Entenda sobre a CNH

Antes de iniciar essa atividade, o básico e mais importante é que você tenha a Carteira Nacional de Habilitação tipo A, que é a categoria das motos. Entre para a moto escola e no dia da prova tenha calma e tranquilidade para aplicar, na prática, os conhecimentos adquiridos.

Algumas dicas essenciais para o sucesso nessa prova de habilitação é não conversar com outros candidatos antes da prova para que isso não atrapalhe o seu desempenho. Fique atento, também, se o capacete está devidamente ajustado e afivelado com a viseira fechada antes do início da prova: esse erro elimina muitas pessoas!

Preste atenção no percurso da prova, não coloque os pés no chão com a moto em movimento e se atente ao equilíbrio para não cair durante a avaliação. Repare nas paradas obrigatórias e não esqueça das setas, pois são obrigatórias. Seguindo essas dicas fáceis e práticas, o seu sucesso é garantido e você conseguirá obter a tão desejada habilitação.

O preço médio que as moto escolas cobram é de aproximadamente R$1,5 mil por candidato. Portanto, caso queira iniciar, deverá estar preparado e com as contas em dia para que isso aconteça.

2. Saiba escolher a moto certa e os equipamentos

Uma das mais importantes dicas para iniciantes de moto é optar por uma motocicleta não apenas por ser mais bonita ou pela cor de sua preferência. Você precisa se atentar a alguns detalhes bem importantes. Dentre eles, suas condições físicas: algumas exigem muito mais empenho técnico e corporal para a condução, porque costumam pesar, por exemplo, o dobro das motos comuns usadas por motociclistas.

A melhor maneira de fazer a escolha certa é realizando pesquisas, testando algumas para você avaliar sua capacidade de conduzir e definir para que uso você fará da moto. Essa última é essencial, pois muitos motociclistas ficam insatisfeitos por escolherem motos grandes e pesadas demais para o trânsito caótico e turbulento dos centros urbanos.

O capacete certo também precisa ser pesquisado para evitar que acidentes tenham consequências negativas. Ele deve ser afivelado, fechado (pois o capacete aberto não protege, ao contrário do que pensam) e justo na cabeça. O prazo de validade desse equipamento é de três anos e, em caso de acidentes, mesmo sem danos aparentes, ele deve ser trocado imediatamente, pois sua qualidade técnica pode ter sido abalada.

3. Escolha e cuide bem dos pneus da sua moto

Como a moto possui apenas duas bases de sustentação (o pneu traseiro e o dianteiro), é primordial que você cuide bem deles. É necessário saber escolhê-los bem, pois cada moto possui pneus de tamanhos, tipos e formatos diferentes. Atente também à calibragem correta, pois isso é primordial para que ela possua aderência e aumente sua segurança ao pilotar.

Outro cuidado é escolher bem o lugar onde você vai estacionar, pois solos com muitos pedregulhos ou cascalhos possuem mais chances de danificar os pneus da sua moto. Por fim e não menos importante, fique atento para a substituição dos pneus: aqueles mais frágeis têm menos aderência em relação ao solo, aumentando as chances de acidentes.

4. Faça manutenções constantemente

Para que você esteja seguro, é fundamental que a sua moto esteja apta para ser pilotada. Apesar das motos mais modernas possuírem baterias que não precisam de manutenção, sempre fique atento a esse dispositivo. As que precisam que complete com água, use ferramentas adequadas, localize a bateria (sempre de acordo com o manual) e utilize água destilada ao completá-la.

Lubrifique os cabos (freio, embreagem e acelerador) constantemente, verifique as correntes, os freios, o óleo do motor e o de bengala, além de lubrificar os rolamentos com o objetivo de você possuir um rodar mais macio e melhorar a dirigibilidade.

5. Sinalize e seja visto

Você sabia que a maioria dos acidentes de moto são causados por falha humana e não por problemas de equipamentos e manutenções? Sinalizar para onde você está indo é seguro não apenas para você, como também para os pedestres e para os motoristas de outros veículos. É essencial que você mantenha certa distância do veículo da frente, para que tenha tempo de frear caso aconteça algo.

Da mesma maneira que você deve sinalizar com o pisca-pisca com frequência, precisa adquirir o hábito de também desligá-lo: caso eles estejam piscando sem que você faça algum tipo de manobra, poderá confundir os outros motoristas ocasionando acidentes.

Use cores chamativas para que os motoristas enxerguem bem a sua presença. Caso o seu uso seja de jaqueta preta, opte por aquelas que possuem listras de cores bem vibrantes para não ter nenhum tipo de perigo. Fique atento também às lâmpadas traseiras: é fundamental que você tenha alguma reserva para quando acontecer de alguma queimar, pois, no escuro e sem elas, sua visibilidade fica nula.

6. Procure sempre se informar

Por fim, informação é essencial para que você aproveite sua moto com segurança, satisfação e curta bastante os momentos em cima das suas duas rodas! Tome cuidado para que você não caia em fóruns de internet com informações equivocadas, fazendo com que tire conclusões precipitadas sobre escolha de equipamentos e da própria moto.

O curso básico da moto escola pode não ser suficiente para que você tire todas suas dúvidas sobre o assunto: busque cursos de pilotagem que atendam às suas necessidades e aumente sua segurança! Hoje, existem empresas sérias e especializadas em prestar suporte ao motociclista, independente do seu nível de experiência. Só assim você ficará bem informado, atento e com dicas corretas para uma boa experiência junto à sua moto.

E aí, gostou do conteúdo? Agora que você já está por dentro de todas as dicas para iniciantes de moto, assine nossa newsletter e receba notícias sobre motociclismo antes de todo mundo.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *