3 rotas incríveis de viagem para o Mato Grosso do Sul de moto!

Tempo de leitura: 3 minutos

Já pensou em fazer uma viagem para o Mato Grosso do Sul pilotando sua moto? Unindo aventura e segurança, será inesquecível! Por isso, preparamos 3 rotas incríveis para você começar seu planejamento e curtir suas próximas férias de forma diferente.

Para que seja menos cansativo, é importante que sejam incluídos no percurso alguns locais de descanso e, dependendo da distância, pernoite também. Então, acompanhe alguns pontos importantes sobre segurança e na sequência veja as 3 rotas que preparamos.

Segurança em primeiro lugar

Planejar sua viagem com antecedência é fundamental. Para pilotar por longas distâncias na estrada, certifique-se que sua moto encontra-se em boas condições, devidamente revisada e pronta para acompanhar você nessa aventura.

Certifique-se também que você está em boas condições físicas — faça um alongamento antes de começar e em cada parada. Isso ajuda a prevenir dores por ficar muito tempo na mesma posição. Utilize roupas adequadas para pilotar e não esqueça de revisar sua viseira para garantir boa visibilidade.

Sempre que se sentir cansado, faça uma pausa, beba água, use o banheiro e, se estiver com sono, pernoite em algum local. Pilotar por muitas horas, com cansaço, não é seguro. Desejamos que você faça muitas viagens com sua moto, portanto preze sempre pela segurança. Agora, vamos às rotas!

1. De Campo Grande para o Paraguai

Saindo de Campo Grande até Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, você percorrerá cerca de 315 km no caminho mais curto, pela MS-162 e MS-164, ou 340 km passando por Dourados e usando as rodovias BR-163 e BR-463. Ambas estradas são ótimas e com vários pontos de abastecimento e paradas para descanso.

Para percorrer essa distância, apenas um dia é suficiente. Logo após a chegada, você poderá aproveitar o melhor das terras paraguaias, incluindo compras, shows e passeios. Se desejar estender um pouco mais a viagem, atravesse a fronteira com destino à capital Assunção e percorra mais 455 km até lá.

Quando chegar em Assunção, prepare-se para conhecer um trânsito semelhante ao de São Paulo. Não esqueça de levar seu documento de identidade atualizado, ou seja, com foto recente, ou o passaporte, para poder entrar no país vizinho.

2. De Campo Grande para Bonito

Bonito é um dos principais pontos turísticos do Mato Grosso do Sul, onde é possível mergulhar e conhecer a referência nacional de ecoturismo que a cidade dispõe. O caminho é curto, podendo ser feito em apenas um dia, percorrendo 300 km dentro do estado.

Siga pela Rodovia BR-060, logo após BR-419, MS-382 e MS-178. Sendo uma rota turística, a estrutura da estrada e as sinalizações estarão em todo o percurso e a paisagem é incrível todo o tempo!

3. Viagem para o Pantanal Sul-mato-grossense

Esse destino é para os mais aventureiros, que curtem ecoturismo e pretendem conhecer a maior planície alagável do mundo. O Pantanal cobre boa parte do estado do Mato Grosso do Sul, mas também se estende por outros estados e países vizinhos.

A grande vantagem é que o bioma pode ser visitado em qualquer época do ano. Devido à sua alternância de paisagem nos períodos chuvosos e secos, sempre é lindo de se ver. Por ali, os programas são muitos, desde passeios de barco ou cavalo, trilhas e até safári noturno.

O coração do Pantanal sul-mato-grossense fica mais próximo da fronteira com a Bolívia, na cidade de Miranda, distante 210 km de Campo Grande, pela BR-262.

Quando estiver próximo do destino final, a estrada passa a ser menos sinalizada e emoldurada por muitas árvores e mata. A partir desse momento você já se sentirá entrando de fato no Pantanal.

E aí, curtiu nossos 3 roteiros incríveis de viagem para o Mato Grosso do Sul? Comece já a planejar a sua rota e não deixe de comentar em nosso post quais as suas expectativas!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *